Começando com o Vim

Porque tu vai usar o Vim cara? 200 comandos pra copiar uma linha!

Ah cara, esse Vim tu tem que saber programar só pra configurar ele!

Vim logo

Comecei a usar o Vim a pouco tempo, antes eu usava o Sublime Text 3 e tentei também usar o Atom, mas depois de um tempo aberto no meu Ubuntu o Atom ficava lento demais.

 Por que mudar?

Isso é algo um pouco pessoal mas eu não gosto de ficar “parado”. O Sublime resolvia meus problemas mas eu sentia que poderia ser melhor. Já tinha dado uma olhada no Vim a algum tempo atrás mas sempre tive um pouco de preguiça para configurar (o que realmente é um pouco complicado).

Um dia cheguei no meu trabalho, olhei para o meu amigo que usa Vim e disse: “Vou começar a usar o Vim agora!”. Depois disso eu procurei no Google por algum .vimrc para front-end, acabei achando um muito bom e comecei a usar.

Naquela noite como eu não tinha muita coisa pra fazer decidi que iria pegar os comandos básicos do Vim dar uma listada e ler o que cada um fazia, não decorar todos mas ter uma noção de que eles existiam. Foi ai que surgiu essa gist. Sempre que eu tenho alguma dúvida eu dou uma olhada nela.

 O começo

Quando eu comecei a usar o Vim já tinha noção de que não seria uma tarefa fácil. Eu já tinha tentado fazer isso outras vezes e acabei falhando.

Creio que o maior “problema” para quem está começando a usar o Vim é a independência do mouse. Isso é o ponto que mais diferencia o Vim de um editor de texto normal, ele te instiga a usar somente o teclado, depois de um tempo tu vê o quanto isso é melhor.

 Configuração

Essa parte pode ser considerada a parte mais chata para alguém que está começando mas depois que você entende um pouco de como funciona as configurações do Vim da pra perder um tempo brincando para deixá-lo como a se quer.

A configuração do Vim é feita em um arquivo chamado .vimrc que fica na home do seu usuário ~/.vimrc.

 Como começar

Se você tem realmente a curiosidade de começar a usar o Vim, aqui vão algumas dicas para essa mudança não ser tão brusca:

 Recompensas

Depois de um tempo usando o Vim, posso dizer que eu estou bem mais rápido para codar podendo fazer fazer coisas que antes eu demoraria bem mais em um editor “comum”.

 Bons .vimrcs

 Screecast

 
4
Kudos
 
4
Kudos

Now read this

Material Design, Part 1 - O começo.

Vou começar uma série de posts sobre Material Design, onde eu pretendo abordar desde a história que motivou a criação, até os detalhes dessa linguagem visual. Esse primeiro post é uma breve história do que levou a criação do Material,... Continue →